Os ETs Chegaram

Os ETs chegaram! Aterrissaram seu disco voador no meio do estádio no dia da finalíssima. São amigos. Estão em missão de paz. Vêm do planeta Ho͡pgkųl. Promovem projetos de intercâmbio cultural, turístico e tecnológico pela galáxia.

Alimentam-se de uma pasta cor-de-laranja que eles chamam de kjøhk̆. Dizem que é muito prática, tem todos os nutrientes necessários e o gosto é bom. Os humanos escolhidos para provar o kjøhk̆ o definiram como “exótico”.

A sua nave é feita de gøpŝh, um polímero desconhecido dos humanos. Muito leve e resistente. Perfeito. Logo as principais fábricas da Terra estão produzindo carros e aviões fabricados em gøpŝh importado. Veículos excelentes. Muito bons! Łohjȩs nůfhā, como dizem os ETs. Muito bons.

Compraram um terreno e abriram um hotel. Agora ETs em férias ou a negócios poderão se sentir em casa. E, se quiserem um pouco de kjøhk̆, poderão tê-lo em qualquer uma das casas de kjøhk̆ franqueadas, que estão sendo muito frequentadas também por humanos. E terráqueos que desejem passar férias em Ho͡pgkųl também podem. Claro que não dá para ir até lá com qualquer aviãozinho, mesmo que seja de gøpŝh. Mas eles vendem ingressos em seus discos. Os que já foram disseram que eles tem montanhas russas emocionantes! Łohjȩs nůfhā! Muito bom!

Os ETs costumam se divertir no klŭgẖeląh. A melhor definição do klŭgẖeląh é dada pelo anúncio de uma destas maravilhas, recém inaugurada em uma grande cidade por aqui: “um emocionante cinema holográfico em três dimensões com fantásticas aventuras interpretadas pelos melhores łẏhf”. “Łẏhf” é o nome dado aos ETs atores. Łohjȩs nůfhā! Łohjȩs nůfhā!

Alguns pesquisadores de Ho͡pgkųl descobriram algumas semelhanças entre o nosso organismo e o deles. Łohjȩs nůfhā! Significa que vários dos remédios, cirurgias e tratamentos deles também servem para nós. E o preço nem é tão alto, se levarmos em consideração os benefícios que medicamentos como *Gu͡jķw*™, *Pjq̋så*™ e o *Dłı̊z̧k*™ trazem. E são tão bons estes ETs que chegam nos dar a chance de experimentar remédios novos antes deles próprios! Łohjȩs nůfhā! Łohjȩs nůfhā!

Nada como embarcar em um carro de gøpŝh projetado em Ho͡pgkųl por algum ET talentoso, ir até um klŭgẖeląh assistir a um bom o͡phĵf com łẏhf famosos e tomar um *Dłı̊z̧k*™ para digerir melhor todo aquele kjøhk̆ com owc̆ly e molho especial. Łohjȩs nůfhā! Łohjȩs nůfhā!

Ģhujki lops͡ȷd judøh. Je̊nsǔnbx ujos̱h, pjueg͡sa haşbeu ghłuk u͡r. Vūsja Ho͡pgkųl kolhøp z̧ilohḳ trı͡v: kjhså! Ẉopjůt yieġs fujihḡa kałsøbe u͡r hu͡ȷhsa p̌hondy, has̊n, lyhḋos kujas̄… plåfye̱q! Plåfye̱q! Sna̧ghı͡olp u͡r ogbsjyşgula ebs̊-eu-no̊. Łekugḥa ostes͡a ghaǧha. Wio̧lpha “ụhja” yab̧a pølhåk.

Łohjȩs nůfhā! Łohjȩs nůfhā!

(Escrito em junhø de 02001.)